segunda-feira, 23 de março de 2015

Marketing Digital 2015 - Devo investir em redes sociais web site na minha marca mesmo em crise economica?

O site é o receptor das ações, é responsável por 

converter o lead (contato) em cliente.
Quando falamos de Internet logo pensamos em sites e Facebook. Esses são os dois principais pilares do marketing digital em 2015 e ambos fazem parte do dia a dia da vida particular e profissional da maioria dos brasileiros. O Brasil atingiu a marca de 110 milhões de internautas, sendo que 88% estão em redes sociais. Em média, ficam conectados trinta horas por mês, o que torna o Brasil o 5º país mais conectado do mundo. Dentro do contexto de marketing digital profissional, com foco em geração de negócios e vendas para as empresas, há uma grande diferença entre a criação de site e gestão de Facebook. O site é o receptor das ações, é responsável por converter o lead (contato) em cliente.

O Facebook é uma mídia para tentar alcançar o cliente e trazê-lo para o site. Vamos explicar este conceito de marketing digital: 


O website é o receptor de todos os contatos digitais: pesquisa orgânica no Google, campanhas pagas no Google, campanha nas redes sociais, citações em outras mídias digitais (revistas, blogs, sites de parceiros). O site também pode ser a porta de entrada de ações não digitais: por exemplo, quando você entrega um cartão de visitas, a ação mais provável do seu cliente potencial será entrar em seu site e analisar sua empresa, antes de dar o próximo passo. Pesquisas indicam que a maioria dos negócios entre empresas se iniciam com uma pesquisa no website do possível fornecedor. 

Já tenho um site antigo, resolve? O aproveitamento das oportunidades do marketing digital será proporcional à qualidade do seu site. Além do design moderno, um site deve estar bem ranqueado no Google para ser apresentado na primeira página do Google. Desta forma, o desenvolvimento do site deve considerar técnicas de SEO (otimização para Google), tanto em sua estrutura técnica, quando em seu conteúdo (texto e imagens). Design responsivo (para celular) e velocidade também são fundamentais para um bom posicionamento no Google. 

Por fim, o website deve ter estratégias para captação e engajamento dos clientes, que são aqueles botões e links que tentar captar informações do cliente ou levá-lo até o formulário de contato. Um site desatualizado dificilmente estará compatível. A conversão no website pode ser uma ação para captar o lead (contato), um pedido de orçamento, visita no formulário de contato ou a compra, no caso de uma loja virtual. 

O Facebook só funciona com patrocínio, ou seja, é necessário
 pagar seus posts para que tenham o alcance suficiente

O Facebook não é o destino das suas campanhas, é uma ferramenta para alcançar os clientes, assim como uma propaganda de TV. Ao atingir o cliente com a mensagem correta em um post no Faceboook, a campanha na rede social deve levar o cliente até o site, que será responsável por conduzir o processo de conversão. É fundamental que a campanha considere um destino. Uma simples imagem para receber um “curtir” pode no máximo funcionar como estratégia de branding. O Facebook só funciona com patrocínio, ou seja, é necessário pagar seus posts para que tenham o alcance suficiente e cheguem até seus clientes potenciais. Não desperdice seu tempo alimentando uma página do Facebook que vai atingir um público muito pequeno. Estratégia de marketing digital Antes de copiar a estratégia de outra empresa, entenda qual é a capacidade de investimento e metas que quer atingir. Seus clientes estão na internet, isto não resta dúvidas, basta a estratégia correta para atrair os cliente para seu site. O Facebook pode ser um grande aliado no processo de atração. Leia sobre marketing digital, se envolva, mas conte com apoio da agência digital adequada para o perfil da sua empresa. Use seu tempo a favor do seu negócio, foque no seus clientes. Conhecer um pouco do funcionamento do marketing vai lhe ajudar na conversa com o profissional e nas definições das prioridades, mas não tente fazer sozinho. 

Fazendo uma analogia: 

não é porque sabe dirigir um carro (sua empresa) que consegue mexer no motor e melhorar seu desempenho (ferramentas de marketing). 

Apareça e aumente suas vendas, boas vendas em 2015!

Nenhum comentário:

Postar um comentário